Grupo criado em 1993, na cidade de Niteroi – RJ por amigos de praia e de rock, dissidentes do A.S.S – Anarchy Solid Sound e Tchernobyl, com a proposta de tocar rock, no estilo Hardcore Metal-Pesado, com letras criticas, de cunho político e social. Lança seu primeiro trabalho em 1994, a demo–tape, “SANITY VOICE”, com 3 músicas em inglês.  A formação nessa época contava com Téo Castro no vocal (ex- ASS) e Alexandre Ventura no contra-baixo (ex-ASS), Walter Burke na guitarra (ex-Tchernobyl) e Sergio Freitas na bateria (ex-Tchernobyl).  Em 1996 lançam a demo tape “NÃO”, gravada no Kakau’s Estudio, com 7 músicas em português, mantendo a velocidade e as melodias sem perder o peso, com letras abordando temas como o amor e as relações pessoais, às vezes contestadoras e irônicas, beirando a rebeldia juvenil, características do punk rock displicente.  Sua formação era, Téo Castro no vocal, Ricardo Mattos no contra-baixo (substituindo Alexandre Ventura), Walter Burke na guitarra e Roberio Catelani (ex- ASS) na bateria.  Em 1997, após a saída de Roberio Catelani para assumir a bateria da banda BARNEYS e Ricardo Mattos para fundar o CRASHEAD, Alexandre Ventura retorna à banda e formando a nova cozinha com Mauricio Bongo na bateria, sentem a necessidade de um som mais elaborado e adicionam elementos harmônicos e rítmicos como o violão e a percussão, como base para as letras mais poéticas, ainda de cunho político-social e escritas de forma às vezes crua, às vezes surreal, explorando ritmos e batidas mais tribais e dançantes, mas sem nunca perder o peso e a velocidade, características que sempre nortearam o estilo da banda.  Em 1999 com a saída de Maurício Bongo, para o retorno de Roberio Catelani, a banda ganha uma pegada mais pesada e veloz e sentindo a necessidade de um registro mais profissional, gravam no ano de 2000 no Estúdio Stanley Svaig, o cd homônimo “SANITY VOICE”, com 5 musicas, estreando assim, o primeiro trabalho com um registro de qualidade profissional.  Após as gravações, Alexandre Ventura novamente deixa o grupo para a entrada de Bento Gontijo no contra-baixo, fixando assim a formação final do grupo.  Atualmente, com as visitas do vocalista Teo ao Brasil, a banda ainda se reúne para  apresentações esporádicas ou simplesmente para  um churrasco regado a rock para os fãs e amigos. 
 

CONFUSÃO

 

SONHO

PERDIDO NA CIDADE

MENINO DE RUA

DISTANTE DO TEMPO