Ano de 1990.   Surgia a banda ASS – Anarchy Solid Sound, com a proposta de tocar rock com influência do punk, surf, e hardcore. A primeira formação de que se tem notícia, contava com Alexandre Ventura no contra-baixo elétrico, J. Jacobina na guitarra e vocal, Teófilo no vocal e Roberio Catelani na bateria e vocal.  Após alguns meses de ensaios, gravam a 1ª Demo-Tape “ASS”  , com 3 músicas (Vietnan, Can you leave me now? e Another Cock Inside Your Mouth!). Após a gravação, Alexandre Ventura deixa o grupo para a entrada de Bento Gontijo que assume o contra-baixo.  Ano de 1991.  A Radio Fluminense FM convida o grupo para uma entrevista no programa Rock News, com a apresentadora Isabel Flores.  Com matérias positivas em várias revistas e fanzines especializados ( Rock Brigade, Top Rock , Protectors of Noise) vem o reconhecimento pelo trabalho.  Os shows começam a fazer parte da rotina do grupo, que se apresenta em várias casas de show como Hard Rock (SG), Le Village (Charitas e Itaipu), Lê Virgílio (Itacoatiara) e Duerê (Pendotiba).  Ano de 1992. Gravam a 2ª demo-tape intitulada “Be Honest With Yourself” recebendo elogios pelo estilo do trabalho no programa sobre bandas novas com André-X e Tom Leão, também na extinta rádio Fluminense Fm.  Ano de 1993.  Recebem o convite da Tinitus ( Pena Schmidt Produções) para gravar um cd.  Após a saída inusitada do vocalista Teófilo nas vésperas de uma apresentação no Persona (SP) para assinar com a gravadora, J.Jacobina assume e regrava os vocais, além de mais quatro novas canções que completam o álbum e a demo-tape é registrada como cd, sendo lançado pela gravadora em 1994.  Ano de 1994.  O ASS agora como power trio, mais coeso e com  a boa repercussão do trabalho, é convidado para shows em vários estados das regiões sul e sudeste.  Belo Horizonte (Squat), Campinas (Junta a Tribo), Jundiaí, Santo André, Osasco, Santa Barbara do Oeste (Hitchcock), Persona (SP), Der Tempel (SP), Curitiba (Big Festival – Mary Jane), Campos, Nova Iguaçu, Irajá, Bangu, Vila da Penha, Caxias, Garage, Circo-Voador, para citar algumas, foram cidades e casas de show em que o ASS se apresentou.  Bandas independentes da década de 90, algumas ainda hoje em atividade, compartilharam com o Anarchy Solid Sound dessa cena e não poderiam ser esquecidas: Soutien Xiita, Beach Lizards, Pinheads, Intense Manner of Living, Dread Full, White Frogs, Muzzarellas, Primal Therapy, X–Hated, Mucho Loco Angels, The Power Of The Bira, No Class, Poindexter, Gangrena Gasosa, Cabeça, Tubarões Voadores, OZ, Serial Killer, The Cinics, Popping Tits, Little Quail, Piu-piu e Sua banda, Garage Fuzz, Planet Hemp, Resist Control, Monkeybrain, Os Cervejas, Os Baratas Tontas, Sex Noise, Tornado, Funk Fuckers, Sanity Voice, No Milk Today, e muitas outras que se nos fogem os nomes, certamente não são menos importantes.  Em 2004 a banda tentou uma nova reunião, mas infelizmente por divergências musicais e ideológicas, paralisaram as atividades por tempo indeterminado.